Pé no Pedal

15.1.16

Janduís Bike Club Feminino - Pórtico de Messias Targino-RN. 14Km (foto/arquivo pessoal)
    

É férias! E, pra você que não viajou, que tal aproveitar esse tempo que tá em casa e praticar alguma atividade física? Passar as férias toda sentada no sofá e vendo TV só vai te fazer ganhar indesejáveis quilinhos. Então, deixe esse sedentarismo de lado e borá exercitar esse corpitcho...



Uma boa alternativa para mexer esse corpinho lindo que Deus te deu é o pedal S2 – Sim, Adoro pedal! A bike tem cada vez mais ganhado espaço nas cidades - seja como meio de locomoção ou diversão - E isso não aconteceu por acaso. O ciclismo trás muitas vantagens pra quem o pratica. São muitos os benefícios adquiridos por quem pratica essa modalidade, principalmente quando á questão é a saúde. A melhoria da qualidade de vida é inquestionável e ela vem através do fortalecimento do coração, redução no risco de infarto, diminuição das dores lombares, aumento do fôlego e do sistema imunológico. Também agi no combate das doenças psíquicas - pedalar é um dos melhores antidepressivos naturais que existem. Além de melhorar o condicionamento físico e modelar o corpo queimando aquelas gordurinhas indesejáveis e definindo a musculatura do bumbum, pernas e abdômen – Quer argumento melhor que esse pra começar a pedalar agora?!

Fonte: MDS

Os motivos pra pedalar são vários: Tem gente que pedala por que gosta de esportes. Tem gente que pedala porque quer uma qualidade de vida melhor. Tem gente que pedala porque quer dar forma ao corpo. E tem os que pedalam como forma de diminuir o peso do bolso no final do mês. Com o aumento progressivo que o preço da gasolina tem sofrido nos últimos meses, deixar o carro ou moto na garagem e colocar a bike pra rodar é uma opção muito inteligente - Não consome gasolina, não polui o meio ambiente e não precisa quebrar a cabeça com estacionamento.



imagem da internet
                           


Não tem desculpas pra não pedalar - É recomendado para todas as idades. Também não precisa ter uma super bike, se sua ideia é só pedalar por causa dos benefícios que ela trás. Agora, se você quiser deixar a coisa mais profissional vai ter que investir um bucadim.


Infelizmente, muitos motoristas ainda não aprenderam a dividir o espaço com os ciclistas é acabamos vendo muitas noticias sobre acidentes envolvendo os ciclistas. É preciso tomar cuidado em dobro, por você e pelos outros condutores. As leis de transito não obrigam o uso de capacete, mas é importante que se use. Art.105 do Código de Transito Brasileiro deixa clara a obrigação dos seguintes equipamentos para bicicleta: Campainha, sinalização noturna dianteira, traseira, lateral e nos pedais, e espelho retrovisor do lado esquerdo. A sinalização é importantíssima, principalmente se você for pedalar à noite. Ah, não se esqueça da boa e velha garrafinha d’água.



JBCFeminino - Pedal Livramento, 12Km (foto/arquivo pessoal)


Falo com propriedade – pedalar é baum de mais e causa uma sensação viciante e você fica muito mais disposta pra realizar as atividades comuns do dia-a-dia – quando estamos pedalando o cérebro fica mais oxigenado e nos ajuda a pensar melhor. Pra preguiça não falar mais alto, sugiro que você monte um grupo de amigos com o intuito de pedalar. A partir de dois amigos já é ótimo pra um incentivar o outro, mas quanto mais, melhor. Pedalar em grupo, além de aumenta seu ciclo de amigos, e é uma ótima descontração pra diminuir o estresse diário.


Se você está saindo do sedentarismo agora o ideal é que você comece de vagar – não vá sair pedalando como se não houvesse amanhã. Vá aumentando os km ao poucos e estabeleça metas - Desafios são ótimos. No meu grupo de pedal (Janduís bike Club Feminino - JBGF) a gente sempre procura novos lugares pra pedalar e aos domingos costumamos pedalar distâncias maiores, ir pra outras cidades, povoados mais distantes, coisas desse tipo. Se você mora em cidade interiorana, fazer trilhas pelos sítios é incrível, você se sente a radical do Sport espetacular kkkkkk. Você pode fazer uso de alguns aplicativos para monitorar os km percorrido, velocidade média e acompanhar a tua evolução.


JBCFeminino, trilha do Pico, 16km (foto/arquivo pessoal)


Ok! Você já se convenceu que pedalar é tudo que há, mas não sabe andar de bicicleta? Tem problema não, peça a um amigo pra ensinar – depois que você aprende, esquece mais nunca.


Espere que tenham gostado do post. Compartilhem nas redes sócias e ajude seus amigos a sair do sedentarismo.  





Nenhum comentário:

Postar um comentário