Mudam-se os Tempos, Mudam-se as Vontades

16.2.16


“Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades,
Muda-se o ser, muda-se a confiança: 
Todo o mundo é composto de mudança, 
Tomando sempre novas qualidades...”

Luís Vaz de Camões, in "Sonetos" 



Mudar é necessário e inevitável. A gente sempre muda, seja de opinião, de gosto musical, de amigos, de sonhos, de amores... Cada fase de nossa vida é marcada por contextos diferentes que molda quem somos, o que gostamos, e o que queremos ser no presente e no futuro.
A vida vai te guiando por caminhos diferentes. Algumas coisas permanecem. Algumas vontades nunca morrem. Mas o fato é que quanto mais ficamos velhos, quanto mais vivemos mais coisas vão sendo deixadas para trás e novas vão fazendo parte da vida. A fase transitória entre um ser do passado e outro que começa a ser construído dentro de você é marcada por inúmeras perguntas, incertezas e medo do desconhecido, do novo. É preciso coragem para seguir em frente, para ser uma nova pessoa. Ao mesmo tempo em que a vida te proporciona novas possibilidades ela faz questão de lembrar sutilmente velhos sonhos e desejos. É nessa hora que a nostalgia bate à porta e você reflete as mudanças ocorridas e o que te fez mudar. Às vezes elas acontecem de vagar e sem você nem perceber, já ta trocando o litoral pelo interior, já se pega pensando em uma profissão que antes nem estava na sua lista de “o que eu quero ser quando crescer”. Outras mudanças são menos gentis, ocorrem de supetão e nem pedem licença pra acontece, nem te deixam responder se você quer mesmo mudar, elas são urgentes e muitas vezes doloridas. O certo é que todas elas servem para você amadurecer e lidar melhor com a dinâmica da vida. Porque querendo ou não, a vida muda – nós mudamos. E mesmo com todos os medos e incertezas, vivamos!!! Seja lá quem a gente se torne que possamos sempre ser melhor, dar o melhor pra nós, pra quem estar do nosso lado e para o mundo. E que o medo do desconhecido nunca nos impossibilite de querer mudar. E no final das contas, o essencial de cada um de nós sempre permanecerá, nossa identidade é imutável.  





2 comentários:

  1. Amei o texto,e com o tempo tudo muda, menos o medo das mudanças que são quase imutável.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que você gostou do texto. Obrigada pela visita no nosso blog.

      Excluir