Pro Amor Que Vai Chegar!

14.9.16


Querido Amor!

Se eu te escrevesse há uns 10 anos, eu diria pra tu não ter pressas. Não se avexar e vir bem devagarinho. Para olhar tudo com calma antes de sair a meu encontro. Fechar direitinho as portas e janelas. Tomar café reforçado pra aguentar a viagem. Reparar bem as pessoas e os lugares pelos quais tu passares.

        
Há 10 anos, eu não estaria com pressa - Não que eu ainda não o quisesse, pelo contrário, já te queria bem de antes. Mas aqui ainda não estava tudo arrumadinho, sabe?  Não estava exatamente como eu queria que tivesse, caso você chegasse sem avisar. Havia muita coisa para fazer. Muitas lembranças para enfeitar as paredes. Os porta-retratos ainda estavam sem fotos. A caixinha de recordações estava vazia. Faltava a plaquinha de boas vindas que tá em pendurada na varanda, ao lado do filtro dos sonhos...

Talvez você deva está achando estranho eu te escrever assim, tão de repente. Mas queria te dizer que não te demores mais. Não fique mais parando em qualquer lugar. Não converse de mais com quem encontrar pelo caminho. Já não tenho mais o tempo de antes. As certezas e as dúvidas deram lugar à ansiedade e inquietações.

Não te demores mais. São tantas as coisas que quero te mostrar. Falar dos lugares que conhece sem ti, das pessoas. São tantas as histórias que eu quero ouvir de você. São tantas as coisas que quero fazer junto com você. Não demores. O tempo passa rápido e eu só me dei conta agora.


Com carinho,
                Bárbara


PS: Caso chegues e não me encontres, a chave está debaixo do tapete. Entre, mas não bagunce, por favor. Tem torta de amora na geladeira.  








2 comentários:

  1. Grande satisfação de ler esse texto... Igual quando vc encontra uma coisa q precisava e já nem lembrava... Uma cartinha para o amor, para o amanhã, para cada coisa q a vida nos traz com o tempo... "As certezas e as dúvidas deram lugar à ansiedade e inquietações"...

    ResponderExcluir