Quero A Sorte De Um Amor Tranquilo

11.5.17




Quero um amor que fique. Que queira ficar. Que esteja feliz em ficar. Um amor sem dúvidas, sem receio, sem paranoias de futuro ou passados. Um amor que goste do presente e que queira ser presente. Qual a lógica de está em uma relação se não for assim? A minha mente e meu coração pisciano não conseguem entender.

Amor é tranquilidade, ou deveria ser... É aconchego. É sentir-se bem em ser dois que se faz um. O amor é e deve ser aquele sentimento que nos causa prazer e admiração, tanto na gente como no outro.

E é exatamente isso que eu quero - Qualquer coisa que desvie um grau que seja disso, eu dispenso sem muitas formalidades.

A única dor de cabeça que eu admito na minha vida é sobre como vou fazer para riscar da minha lista enorme de Coisas Que Eu Quero Fazer Antes De Morrer e de onde eu vou tirar dinheiro pras cervejas do FDS. Fora(Temer)  isso, qualquer coisa que tire minha paz é caro de mais.

Faço das palavras do grande Cazuza as minhas, "Quero a sorte de um amor tranquilo com sabor de fruta mordida, nós dois na batida no embalo da rede matando a sede na saliva"...

Desculpe-me, mas não nasci com vocação para amargar relações que já nascem abortadas...









Nenhum comentário:

Postar um comentário